Estudos de Farmacovigilância Ativa

Coletando dados no pós-marketing enquanto parte das estratégias de gerenciamento de risco

Adotando uma abordagem mais pró-ativa do que reativa com a Farmacovigilância, as agências reguladoras e a Organização Mundial da Saúde (OMS) estão recomendando a Farmacovigilância Ativa nos países da América Latina com o o objetivo de aumentar a notificação espontânea e a promoção de estudos ativos.

Esses estudos são baseados em estratégias epidemiológicas e nos permitem obter informações de segurança de forma sistémica, qualificada e completa, garantindo assim a alta confiabilidade dos dados. Como parte de uma estratégia de gerenciamento de risco, a Farmacovigilância Ativa coleta e avalia potenciais riscos ou riscos já identificados, informações em falta e dados adicionais sobre populações específicas ou consumo de medicamentos.

A Eurotrials reuniu toda a sua experiência na América Latina para identificar e cumprir os requisitos legais da Farmacovigilância Ativa nestes países:

Estando a segurança do paciente em primeiro lugar, a Eurotrials fornecerá:

  • Conceção, montagem e gestão do estudo de Farmacovigilância Ativa através de equipes multidisciplinares;
  • Planos de gerenciamento de risco e análise contínua de benefício / risco;
  • Coleta de eventos adversos de interesse e seu relatório para as autoridades competentes;
  • Elaboração e submissão de relatórios conforme legislação local.